19.8.06

Começa logo pela manhã

Começa logo pela manhã, o pensamento de que sinto a tua falta e de que te queria ao meu lado. Desce por mim como a água da chuva, molha-me a cabeça, encharca a minha roupa e entranha-se no meu peito, cola-me a saia às pernas e ensopa-me os sapatos. Fico envolta numa sensação de frio e de humidade. Sei que hoje não te vou ver, sei que amanhã não te vou ver, mas sei que te vou ver e se não for hoje nem amanhã não faz diferença, o importante é que te vou ver. O frio é rapidamente substítuido pelo calor, como explicar este sentimento agridoce de quem ama à distância? É a alegria e a doçura de amar, a felicidade inerente e o sorriso tolo, misturados em doses iguais, com a saudade, a pena e a tristeza de não poder beijar quem se ama, todos os dias. Mas o sorriso e o lado doce vencem sempre, porque basta um telefonema, uma mensagem ou um email para que as borboletas nos façam cócegas no estômago, os lábios se ponham involuntáriamente em posição de sorriso e o coração vibre com a felicidade. E se a saudade é a parte amarga desta equação, não posso tambem deixar de sentir a sua doçura, porque a saudade faz o amor crescer e dá, a bem ou mal, um sentimento de calor. É dificil explicar, às tantas não é a saudade a parte amarga, a parte amarga é a distância e a saudade é a consequência doce que daí resulta. No entanto, com ou sem distância, amar é amar. E eu amo... muito.

3 Comments:

Blogger Ao Meu Encontro said...

E escrever, não?

28/8/06 17:47  
Blogger Sarita said...

Larita minha querida amiga... há muito que achava que devias ter um blog... desde a altura em que escrevias um "diário" e enviavas por e-mail a alguns amigos, entre os quais estava eu... =)
Benvinda à Blogosfera!
Vou começar já a publicitar!!!
Beijinhos

29/9/06 16:58  
Blogger Dama do Oriente said...

Obrigada :). Vamos ver se consigo ter paciência para actualizar isto! Beijitos!

29/9/06 20:27  

Enviar um comentário

<< Home