28.2.07

Na Holanda

Delft


Amesterdão


Amesterdão


Mercado de Flores

Os super mercados fecham às 20h e as lojas normais fecham às 18h, menos à quinta, que fecham também às 20h. O que implica só poder ir as compras às quintas ou aos sábados. Ao domingo está tudo fechado, mas tudo mesmo, se acontece ficar sem comida no sábado à noite, passa-se fome.
Se uma loja fecha às 18h, às 17.50 ja andam a mandar as pessoas embora e a porta já está fechada, ninguém espera pelo cliente.
Os multibancos são muito básicos, levanta-se dinheiro e vê-se o saldo no ecrã, porque nem imprimir o saldo o raio das máquinas conseguem, muito menos movimentos de conta. Para se ter acesso aos movimentos de conta temos de esperar pela cartinha mensal que o banco manda para casa ou ter internet bancária. Tendo em conta como o sistema bancário deles é básico, até me surpreende que tenham internet bancária. Quando se vai a um balcão do banco normalmente nunca há filas, pela simples razão que os balcões não servem para nada, só para abrir contas. Eles não fazem transferências, não imprimem os movimentos de conta e nem sei se aceitam depósitos. Já me tinham dito que Portugal tinha um dos sistemas de Multibanco mais avançados do mundo, mas eu achava que era exagero, pois bem, não é.
Quando começa a chover ninguém corre, ninguém se tapa, a vida continua a fluir normalmente, embora mais molhada.
Quando os comboios se atrasam não se vêm pessoas aos gritos a refilar que "os comboios são uma m****".
Há uma espécie de sentimento de confiança. Em Pt confia-se que toda a gente vai roubar, aqui confia-se que ninguém vai roubar.
O sistema de ensino parece-me deveras estranho (haverá quem possa explicar isto melhor). Acho que por volta dos 12 anos as crianças fazem um exame que as classica como: a) inteligentes, b) normais, ou c) pouco espertas. A partir daí só podem ir para determinadas escolas e quanto menos esperto se for mais anos se tem que estudar para poder ir para a universidade. Devo estar a dizer um monte de asneiras, mas acho que no caso dos pouco espertos, quando acabam o liceu tem de estudar mais 6 anos antes de poderem ir para a universidade.
Outra coisa estranha é o facto de muitas pessoas só irem à universidade ou escola 1 dia por semana. O resto do tempo trabalham em escritórios relacionados com o assunto de estudo. Como é que se tiram cursos assim? Boa pergunta.
A maior parte dos jovens trabalham em restaurantes ou bares à noite ou fim de semana.
Se eu pensava que em Pt os médicos eram reis, parece que aqui são imperadores. Cada pessoa tem de ter um house doctor, ou seja quando estamos doentes vamos sempre a esse médico e como em principio ele tem uma lista limitada de pacientes não deve ser dificil marcar consulta. E se houver uma emergência esse médico está sempre disponível (o que até é bom). No entanto, disseram-me que se eu quiser ir ao ginecologista ou a algum médico de especialidade tenho de ir primeiro ao house doctor e só se ele achar que vale a pena é que me manda para esse dito especialista. Se ele achar que não, não podemos ir. Agora eu pergunto-me como é que esse médico de clínica geral sabe se a pessoa tem ou não necessidade de fazer um papa nicolau. Parece que há falta de médicos de especialidades, porque os outros é que têm o poder.
O cinema é super caro, da última vez que fui rondava os 10 euros e jantar fora fica normalmente por 20 euros e qualquer coisa.
Caso alguém, que saiba mais destas coisas que eu, veja alguma asneira gritante é favor de me alertar, não quero andar a contar mentiras.

5 Comments:

Blogger sonia said...

teste

2/3/07 12:22  
Blogger sonia said...

gosto sempre de ler opinioes de outros portugueses. nao e que estejas errada, mas em relacao a educacao: existe varios tipos de liceu, faz-se um teste aos 12 anos que so serve de recomendacao, se os teus pais e tu acharem que deves ir para o liceu superior vais, ninguem corta as pernas a ninguem. existe tres niveis de liceu, um profissionalizante, um semi-profissionalizante que da acesso a bacharelato e outro de nivel superior que da acesso a universidade. eu acho um sistema inteligente, assim todos tem uma profissao ao acabar o liceu. nem toda a gente quer ir para a universidade. o que acontece em portugal e que somos todos engenheiros, gestores e arquitectos com canudo, mas onde esta o padeiro, o canalizador, o electricista, a cabeleireira? quem escolhe o liceu profissionalizante comeca logo a a prender uma profissao e se no fim ainda quiser ir para a universidade entao escolheu o trajecto errado e tem de estudar os tais anos extra, coisa rara de acontecer.

quanto as lojas fecharem cedo, e uma questao de habito, compreendo que para quem trabalhe a tempo inteiro seja uma chatice, mas ao sabado estao abertas, e nas grandes cidades, amsterdao, utrcht, roterdao, den haag as lojas abrem aos domingos.

os medicos, funcionam como em portugal. nao percebo porque achas diferente. em portugal tambem vais ao medico de familia que te direcciona para a especialidade, isto no sistema publico de saude. se tiveres dinheiro e que vais directamente ao especialista, e ao privado. aqui nao ha o particular porque tudo funciona a base de seguros de saude, e funciona sem pagares um tostao (medicamentos incluidos).

jinhos e fratellis?

2/3/07 12:33  
Blogger Dama do Oriente said...

Assim explicado ate parece bem. E obvio que as minhas opinioes sao baseadas nos poucos meses que ca estive. Vejo que estou errada :) E o facto de nao falar holandes deve coduzir a que as vezes perceba mal o sistema. Mas obrigada pelo esclarecimento.
Beijitos

2/3/07 12:47  
Anonymous Shaznay said...

Acho que o pior é o horário das lojas.
Estou tão habituada a ir aos hipers à noite...

2/3/07 14:13  
Anonymous Shaznay said...

Sempre foste a Deltf? E comeste a bolaca gigante?
Bjs

2/3/07 14:24  

Enviar um comentário

<< Home