20.1.07

Tempestade





Quinta feira foi dia de tempestade. O dia começou normalmente, mas à medida que o dia foi avançando o vento foi ficando mais forte. Houve imensos estragos pela Holanda toda, no entanto, acho que tive a sorte de a minha zona não ter sido das mais afectadas, pelo menos foi o que me pareceu. Não vi árvores caídas, nem nada destruído, não senti nenhuma rajada extretamente forte. No entanto, por causa do vento cancelaram os comboios todos e isso foi mesmo desesperante. Cheguei à estação para tentar ir para casa e nada, não havia comboios, mas havia muita gente à espera. Tentei ver se havia autocarros, mas a paragem estava uma confusão e o suposto autocarro que me poderia trazer a casa, nem vê-lo. Voltei para a estação onde me informaram que ia haver um comboio para o destino que eu queria, só não se sabia era quando. Basicamente foram 2 horas de pé, ao frio e com fome à espera do prometido comboio. Ainda pensei em ir comer qualquer coisa, mas não podia sair dali, não fosse o comboio chegar. Suponho que até não foi muito mau porque houve imensa gente em imensas estações que teve passar a noite fora de casa, não havia como ir a lado nenhum. As estradas estavam congestionadissimas e nem toda a gente tem carro.
Às 19.00 quando o comboio chegou as pessoas fizeram uma grande festa e foram o caminho todo a dizer piadas e a rir, estavam mais alegres naquele dia do que nos dias normais. Isso surpreendeu-me, tenho de admitir, se fosse em PT eram só asneiradas, de certeza. Mas pronto , 20 minutos depois estava na minha cidade e ainda fui de bicicleta para casa, não senti assim um vento tão forte, devo ter tido sorte.
Neste país quando os comboios falham é o caos.